Pular para o conteúdo principal

Big Brother Brasil: uma franca reflexão


Mais de 29 milhões de ligações do povo brasileiro votando em algum candidato para ser eliminado do Big Brother...

Vamos colocar o preço da ligação do 0300 a R$ 0,30.
Então, teremos... R$ 8.700.000,00. Isso mesmo!

Oito milhões e setecentos mil reais, que o povo brasileiro gastou no ultimo Reality Show ( e gasta ) em cada paredão!

Suponhamos que a Rede Globo tenha feito um contrato "fifty to fifty" a operadora do 0300, ou seja, com ela embolsou R$4.350.000,00.
Repito: somente em um único paredão!

Alguém poderia ficar indignado com a Rede Globo e a operadora de telefonia ao saber que as classes menos letradas e abastadas da sociedade, que ganham mal e trabalham o ano inteiro, ajudam a pagar o prêmio do vencedor e, claro as contas dessas empresas.

Mas o "x" da questão, caro(a) amigo(a), não é esse

É saber que paga-se para obter um entretenimento vazio, que em nada colabora para a formação e o conhecimento de quem dela desfruta; mostra só a ignorância da população, além da falta de cultura e até vocabulário básico dos participantes e, consequentemente, daqueles que só bebem nessa fonte.

Certa está a Rede Globo. O programa BBB dura cerca de três meses. Ou seja, o sábio público tem ainda várias chances de gastar quanto dinheiro quiser com as votações.

Aliás, algo muito natural, para quem gasta mais de oito milhões numa só noite. Coisa de país rico como o nosso, claro!

Nem a Unicef, quando faz o programa Criança Esperança, com um forte cunho social, arrecada tanto dinheiro.
Vai ver, deveriam bolar um "BBB Unicef". Mas, tenho dúvidas se daria audiência. Prova disso, é que na Inglaterra pensou-se em fazer, um Big Brother só com gente inteligente. O projeto morreu na fase inicial de testes de audiência.

A razão? O nível das conversas diárias foi considerado muito alto, ou seja o público não se interessaria.

Programas como BBB existem no mundo inteiro, mas explodiram em terras tupiniquins.

Um país onde o cidadão vota para eliminar um bobão (ou uma bobona) qualquer, mas não lembra em quem votou na última eleição.

Que vota numa legenda política sem jamais ter lido o programa do partido, mas que gasta seu escasso salário num programa que acredita de extrema utilidade para o seu desenvolvimento pessoal e, que não perde um capítulo sequer do BBB para estar bem informado na hora de PAGAR pelo seu voto.

Que eleitor é esse?

Depois, não adianta dizer que político é ladrão, corrupto, safado, etc. Quem os colocou lá?

Claro, o mesmo eleitor do BBB!

Aí, agüente a vitória de um Severino para Presidente da Câmara dos Deputados e a cara de pau, digo, a grande idéia dele, de colocar em votação um aumento salarial absurdo a ser pago pelo contribuinte.

Mas o contribuinte não deve ligar mesmo, ele tem condições financeiras de juntar R$ 8 milhões em uma única noite para se divertir (?!?!) ao invés de comprar um livro de literatura, filosofia ou de qualquer assunto relevante para melhorar a articulação e a autocrítica...

Chega de buscar explicações sociais, coloniais, educacionais.

Chega de culpar a elite, os políticos, o Congresso.

Olhemos para o nosso próprio umbigo, ou o do Brasil.
Chega de procurar desculpas, quando a resposta está em nós mesmos.

A Rede Globo sabe muito bem disso, os autores das músicas Eguinha Pocotó, O Bonde do Tigrão, Dança do Créu e assemelhadas também. os xamãs da auto-ajuda, ídem.


Não é maldade nem desabafo. É constatação!


(Autor desconhecido)

Comentários

  1. dura a realidade mas verdadeiro
    Fico triste comigo quando tenho vontade de ver esse programa! Mas é um absurdo mesmo!
    Deus abençoe seu blog!

    ResponderExcluir
  2. Sereis Livres,

    Obrigado pela visita, pelo comentário e por ter tornado-se um seguidor.

    ResponderExcluir
  3. Concordo plenamente contigo, meus parabéns pelo artigo.

    ResponderExcluir
  4. Natanael,

    Muito obrigado pelas palavras de incentivo. Convido-o ajuntar-se a mim na luta por uma programação televisiva de qualidade!!!

    Sua visita e comentário apenas me incentiva a prosseguir. Abraço.

    ResponderExcluir
  5. E verdade mesmo,um pais tão pobre e cheio de hipocrisia onde poucos querem estudar ter conhecimento serem cultos, mas tem tempo para assistir um programa inútil que não vai acrescentar sabedoria alguma, e o mundo ta perdido mesmo!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

COMENTÁRIOS ANÔNIMOS NÃO SERÃO POSTADOS!

Postagens mais visitadas deste blog

Ex-genro de David Miranda contará em livro porquê deixou a Igreja Deus é Amor

SERGIO SORA ANUNCIOU EM SEU PERFIL NO FACEBOOK QUE PUBLICARÁ LIVRO  SOBRE SUA SAÍDA DA IGREJA PENTECOSTAL DEUS É AMOR. SEGUNDO ELE, O LIVRO REVELARÁ "COISAS QUE ESTÃO OCULTAS AOS OLHOS DE MUITOS" E  ESTARÁ DISPONÍVEL EM ATÉ SEIS MESES. Sergio Sora em sua igreja no RJ Apontado até então como sucessor e herdeiro natural do trono de David Miranda, de seu púlpito blindado no maior templo evangélico da America do Sul no centro de São Paulo, e de mais de 9 mil igrejas o então presbítero Sergio Sora casado com a cantora Leia Miranda (filha mais nova de David Miranda) foi desligado da Igreja Deus é Amor  em 2005 por acusações de exigir a renúncia de David Miranda da presidência da igreja e por tê-lo submetido a cárcere privado e violência. Sora nega as acusações. Nas últimas semanas em sua página no Facebook Sora divulgou a informação de que decidiu publicar em um livro os principais motivos que o levaram a se desligar da igreja há seis anos, presidida por seu ex-sogro e

Igreja Deus é Amor proíbe “retetés” e outras práticas não ortodoxas em seus cultos

Fundada em 1962, a igreja Pentecostal Deus é Amor do Missionário David Miranda é hoje uma das maiores denominações evangélicas do país. Oriunda dos movimentos de cura divina da segunda safra do pentecostalismo brasileiro, a igreja Deus é amor chega ao limiar de seu jubileu de ouro mantendo as características que a tornaram conhecida: seu modelo de liderança centralizado em uma única pessoa (seu fundador e presidente vitalício); a extrema valorização dos usos e costumes (cujas proibições se estendem a todas as áreas da vida de seus fieis, incluindo a proibição de visitar ou participar de eventos em outras denominações); o forte uso do rádio como instrumento midiático de suporte as atividades desenvolvidas pela igreja (“império” este que agora ameaça ruir diante de recorrentes escândalos envolvendo “laranjas” e novas políticas de concessão de serviços de radiodifusão do governo federal) e a falta de compromisso com o ensino bíblico e teológico formal e sistemático, o que a difere da

A morte da David Miranda e as novas reviravoltas na Igreja Deus é Amor - Leia Miranda está de volta à denominação

Sidnei Moura Logo após a confirmação da morte do fundador e  presidente vitalício da Igreja Pentecostal Deus é Amor, ventilou-se por todos os lados que David Miranda de Oliveira (mais conhecido na denominação como David Filho), filho mais velho de Miranda, seria seu sucessor no trono, presidência e cabina blindada do "Templo da Glória de Deus" - a sede mundial das Igrejas Deus é Amor em São Paulo. Para surpresa da maioria, Ereni de Oliveira Miranda, viúva do missionário, foi empossada como líder suprema da denominação. Como se não bastasse tantas reviravoltas, o que o público não podia nem mesmo imaginar era o retorno de Leia Miranda à denominação, mas o ocorrido acaba de ser notificado e confirmado por Débora Miranda em sua conta oficial no Facebook, e pela própria Leia Miranda, em sua rede social. O retorno de Leia Miranda Em 2005 após uma confusão não muito bem explicada que teve como estopim uma possível agressão de Miranda contra sua esposa Ereni no