Pular para o conteúdo principal

Itamaraty confirma cancelamento de visita do presidente do Irã


GABRIELA GUERREIRO
da Folha Online, em Brasília

O Ministério das Relações Exteriores confirmou nesta segunda-feira o cancelamento da visita ao Brasil do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, marcada para esta quarta-feira (6). Também foram canceladas as viagens do presidente iraniano a outros países da América do Sul, como o Equador e Venezuela.
O governo iraniano chegou a anunciar o cancelamento da visita que o presidente faria ao Brasil, mas voltou atrás no início da tarde até o Itamaraty confirmar oficialmente que a viagem estava cancelada.

O cancelamento havia sido comunicado às 7h pela Chancelaria de Teerã à embaixada do Irã em Brasília e chegou a ser divulgado pela imprensa oficial iraniana. Membros da delegação de Ahmadinejad que já estão em Brasília haviam atribuído o cancelamento ao acirramento das disputas políticas que antecedem a eleição presidencial de 12 de junho, na qual o presidente buscará se manter no cargo.

Por volta das 16h, Ahmadinejad encaminhou mensagem ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva comunicando o adiamento da viagem. Na mensagem, o presidente iraniano afirma que decidiu adiar a visita ao Brasil para uma data posterior às eleições.
"Ao expressar meus melhores cumprimentos a Vossa Excelência, ao governo e à nação brasileira, agradeço seu convite cordial para visitar o Brasil. As relações bilaterais entre os dois países entraram em fase de aceleração no sentido de incrementar a cooperação. Estou muito interessado em concretizar a visita, baseado na vontade política de desenvolver as relações bilaterais em todos os campos. Peço a Vossa Excelência aceitar o adiamento da visita oficial para outra oportunidade, depois da eleição presidencial no Irã, cuja data será oportunamente definida pelas duas chancelarias. Rogo a Deus pela prosperidade e bem-estar da nação brasileira e pelo sucesso de Vossa Excelência", afirma a mensagem.

O subsecretário-geral de Assuntos Políticos do Itamaraty, Roberto Jaguaribe, disse que as reuniões com empresários iranianos que integrariam a delegação de Ahmadinejad ficaram mantidas, mesmo com a ausência do presidente.
"Há um grande encontro em São Paulo que está mantido. Esperamos que seja bem sucedido, não apenas para retomar o fluxo do comércio com o Irã, mas também retomá-lo. O Irã é um país muito importante, é ator fundamental na Ásia central, no Oriente Médio", disse o sub-secretário.

Segundo Jaguaribe, a nova data da visita de Ahmadinejad será marcada em comum acordo pelos Ministérios de Relações Exteriores dos dois países.





Descubra uma nova internet. Internet Explorer 8. Mergulhe.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ex-genro de David Miranda contará em livro porquê deixou a Igreja Deus é Amor

SERGIO SORA ANUNCIOU EM SEU PERFIL NO FACEBOOK QUE PUBLICARÁ LIVRO  SOBRE SUA SAÍDA DA IGREJA PENTECOSTAL DEUS É AMOR. SEGUNDO ELE, O LIVRO REVELARÁ "COISAS QUE ESTÃO OCULTAS AOS OLHOS DE MUITOS" E  ESTARÁ DISPONÍVEL EM ATÉ SEIS MESES.
Apontado até então como sucessor e herdeiro natural do trono de David Miranda, de seu púlpito blindado no maior templo evangélico da America do Sul no centro de São Paulo, e de mais de 9 mil igrejas o então presbítero Sergio Sora casado com a cantora Leia Miranda (filha mais nova de David Miranda) foi desligado da Igreja Deus é Amor  em 2005 por acusações de exigir a renúncia de David Miranda da presidência da igreja e por tê-lo submetido a cárcere privado e violência. Sora nega as acusações. Nas últimas semanas em sua página no Facebook Sora divulgou a informação de que decidiu publicar em um livro os principais motivos que o levaram a se desligar da igreja há seis anos, presidida por seu ex-sogro e em que por mais de vinte anos ocupou a funçã…

O Bocado Molhado - o apelo final de Cristo à Judas Iscariotes

Queriote, localidade de Moabe (Jr 48.24), a pouco mais de vinte e dois quilômetros ao sul de Hebrom, e a vinte e cinco quilô­metros a oeste do mar Morto, era uma cidade como outra qual­quer, não fosse a referência a um de seus filhos — Judas Iscariotes, no hebraico Ish-Querioth, "Homem de Queriote". Escolhido para o colégio apostólico, Judas tinha nas mãos as mais inacreditáveis oportunidades; afinal de contas, Jesus o havia escolhido para um elevado ofício: cuidar das finanças do grupo apostólico. Certamen­te possuía características que justificassem sua escolha. 
Seguindo as pegadas de Judas durante o ministério público de Jesus, podemos delinear o perfil deste, que será lembrado por toda a história como o "traidor". Suas atitudes gananciosas revelam profundas feridas, veias maléficas que o acompa­nharam durante toda a vida. Judas era o único dos discípulos de Jesus que não provinha da Galiléia; era de Queriote, Judéia. Os habitantes da Judéia desprezavam os nat…

Anatomia da Divisão : Os ex-obreiros da Igreja Deus é Amor, as divisões e a fundação de novas igrejas (Parte 1)

Sidnei Moura

De acordo com os resultados do Censo 2010 divulgados pelo IBGE, a Igreja Pentecostal Deus é Amor, fundada pelo autodenominado missionário David Martins Miranda, chegou ao seu Jubileu de ouro apresentando uma significativa retração no número de fieis. Se comparada a outras denominações que fizeram do discurso milagreiro seu carro-chefe, a IPDA foi a única a apresentar diminuição no número de congregados, diferente de outras denominações como a Igreja Universal do Reino de Deus, a Igreja Internacional da Graça de Deus, a Igreja Renascer em Cristo e a mais recente denominação milagreira – a Igreja Mundial do Poder de Deus, que ao contrário, aumentaram seu número de filiais, de congregados e de efetiva exposição nos meios de comunicação de massa.
Conhecida pela valorização exacerbada dos usos e costumes como doutrina primaz, e de sua ênfase em milagres (que lhe rendeu fama e crescimento vertiginoso nos anos 80 e 90 devido às concorridas concentrações de milagres realizadas no…