Pular para o conteúdo principal

A bandeira cristã da luta pela conservação do meio-ambiente


COPENHAGUE - A conferência de 192 nações com a missão de alcançar um novo acordo para conter o aquecimento global começou nesta segunda-feira, 7, em Copenhague, na Dinamarca. Nos próximos 12 dias, membros da Convenção-Quadro da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre Mudanças Climáticas vão negociar a respeito da redução das emissões de dióxido de carbono (CO2), o principal gás causador da mudança climática. O encontro terá seu clímax em 18 de dezembro, quando será encerrado com uma cúpula de mais de cem chefes de Estado. (Estado de S. Paulo)


A preservação do meio-ambiente sempre foi e continua sendo uma das grandes bandeiras do cristianismo compromissado com a ortodoxia teológica. É obvio que a posição radical tomada por alguns, como também a veneração da Terra e dos ecossistemas naturais como se fossem divindades a serem adoradas como tem sido proposta por filosofias religiosas  deve estar distante dos propósitos do genuino cristão. 


Enquanto a conferência de Copenhague define metas para a amenização dos estragos causados pelo crescente aquecimento global, é importante que tomemos as nossas atitudes individuais a fim de contribuir com a preservação da natureza, pois dessa forma também estaremos cumprindo nosso papel como cidadãos conscientes de nossas responsabilidades, bem como cristãos conscientes do nosso papel como agentes da paz.





Tendo por centro das atenções  a admirável obra de Deus  observamos que a criação serve de espelho  onde o ser humano pode ver o Deus invisível  e entender qual é a disposição, a ordem e o concerto que deve conduzir a vida em sociedade.

Fazendo essas observações,  encontraremos  uma lição sobre a necessidade de mordomia na terra: devemos transferir os campos à posteridade em condições tão boas ou melhores do que aquelas em que recebemos .

Somos ingratos quando não exercitamos essa mordomia da criação dada a humanidade para o seu benefício. O trabalho humano para voltar a ser trabalho verdadeiro , para que seja serviço e não fonte de opressão, e para que o seu autor nele encontre satisfação precisa se reintegrar ao trabalho de Deus e se ajustar a ação divina conduzida no mundo para nutrir os homens.


“Sempre que chamamos Deus de criador do céu e daterra devemos lembrar-nos que a dispensação  de todas essas coisas ele  as fez para seus filhos, os quais ele recebeu  sob sua fiel proteção para  sustentá-los e educá-los”
(Calvino)


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ex-genro de David Miranda contará em livro porquê deixou a Igreja Deus é Amor

SERGIO SORA ANUNCIOU EM SEU PERFIL NO FACEBOOK QUE PUBLICARÁ LIVRO  SOBRE SUA SAÍDA DA IGREJA PENTECOSTAL DEUS É AMOR. SEGUNDO ELE, O LIVRO REVELARÁ "COISAS QUE ESTÃO OCULTAS AOS OLHOS DE MUITOS" E  ESTARÁ DISPONÍVEL EM ATÉ SEIS MESES.
Apontado até então como sucessor e herdeiro natural do trono de David Miranda, de seu púlpito blindado no maior templo evangélico da America do Sul no centro de São Paulo, e de mais de 9 mil igrejas o então presbítero Sergio Sora casado com a cantora Leia Miranda (filha mais nova de David Miranda) foi desligado da Igreja Deus é Amor  em 2005 por acusações de exigir a renúncia de David Miranda da presidência da igreja e por tê-lo submetido a cárcere privado e violência. Sora nega as acusações. Nas últimas semanas em sua página no Facebook Sora divulgou a informação de que decidiu publicar em um livro os principais motivos que o levaram a se desligar da igreja há seis anos, presidida por seu ex-sogro e em que por mais de vinte anos ocupou a funçã…

O Bocado Molhado - o apelo final de Cristo à Judas Iscariotes

Queriote, localidade de Moabe (Jr 48.24), a pouco mais de vinte e dois quilômetros ao sul de Hebrom, e a vinte e cinco quilô­metros a oeste do mar Morto, era uma cidade como outra qual­quer, não fosse a referência a um de seus filhos — Judas Iscariotes, no hebraico Ish-Querioth, "Homem de Queriote". Escolhido para o colégio apostólico, Judas tinha nas mãos as mais inacreditáveis oportunidades; afinal de contas, Jesus o havia escolhido para um elevado ofício: cuidar das finanças do grupo apostólico. Certamen­te possuía características que justificassem sua escolha. 
Seguindo as pegadas de Judas durante o ministério público de Jesus, podemos delinear o perfil deste, que será lembrado por toda a história como o "traidor". Suas atitudes gananciosas revelam profundas feridas, veias maléficas que o acompa­nharam durante toda a vida. Judas era o único dos discípulos de Jesus que não provinha da Galiléia; era de Queriote, Judéia. Os habitantes da Judéia desprezavam os nat…

Feira de doações no Eduardo Abdelnur

FEIRA DA GRATIDÃO DISTRIBUI CENTENAS DE PECAS DE ROUPAS, AGASALHOS E CALÇADOS NO EDUARDO ABDELNUR

No ultimo sábado, dia 23 de junho, foi realizada no Eduardo Abdelnur a 1a. Feira da Gratidão - Uma ação de solidariedade a favor de quem mais precisa.

Centenas de peças de roupas, calçados e agasalhos foram doados a pessoas carentes da localidade, e também foi oferecido um café da manhã.

"Depois do sucesso da realização da feira no Aracy no dia 09, passei a articular com amigos que moram no Abdelnur a possibilidade da realização da feira de doações, foi quando conheci a Mayla Souza, que nos informou sobre a carência de muitas famílias e se colocou a disposição abrindo as portas de sua casa para receber a feira de doações. Mais uma vez nossas expectativas foram superadas" afirmou Sidnei Moura, organizador da feira de doação.

"Durante todo o período em que a feira esteve aberta fomos também visitados por diversos amigos, alguns deles já haviam colaborado com a arrecadação de …