Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2015

Charlie Hebdo: sátiras de religião, terrorismo, preconceito e covardia moral

"As religiões, como todas as outras ideias, merecem críticas, sátiras e, sim, nossa falta de respeito e medo. Este totalitarismo religioso provocou uma mutação mortal no coração do Islã cujas consequências se viu hoje [ontem] em Paris. Estou com Charlie Hebdo, como todos temos de estar para defender esta arte da sátira, que sempre foi um motor da liberdade e contra a tirania, a desonestidade e a estupidez" 
Salman Rushdie
"Há precisamente 26 anos, o aiatolá Ruhollah Khomeini, sem ler "Os Versos Satânicos" de Salman Rushdie, condenou o escritor à morte por ofensas ao Profeta e ofereceu US$ 1,5 milhão a quem executasse o serviço. Khomeini está morto, Rushdie está vivo e os otimistas afirmam que, na luta entre a escuridão e a luz, a luz acabou por vencer. Os otimistas estão errados. Para começar, a "fatwa" de Khomeini continua válida sobre a cabeça de Rushdie. E, depois, mesmo em 1989 não faltaram escritores ocidentais que, entre a escuridão e a luz, opta…