Pular para o conteúdo principal

Coluna "Diário do Poder" - 1a. Edição

Boa tarde!
Seja bem-vindo à nossa coluna semanal DIÁRIO DO PODER com Sidnei Moura com as principais notícias políticas da semana em São Carlos - SP. Confira abaixo a estreia da coluna!

DERRUBADA DE VETO

Na última quarta, dia 11 de outubro de 2017, dentre vários projetos votados na Câmara Municipal de São Carlos, chamou atenção a derrubada do veto imposto pelo prefeito Airton Garcia ao projeto de lei do vereador Chico Loco (PSB) que solicitava, dentre outras providências, ações para melhorias da conservação do Cemitério Municipal Nossa Senhora do Carmo em relação ao vazamento do chamado "necro chorume".

Diversas denúncias de populares e dos próprios vereadores apontaram a necessidade de reparos e ações nos túmulos devido a má conservação, riscos de danos ao meio ambiente e o mal serviço de sepultamento oferecidos à população. Para justificar o veto, o prefeito alegou que o atendimento do projeto demandaria um gasto extra de receita.

O veto foi derrubado por 19 votos favoráveis. O único vereador que não se posicionou foi o vereador Leandro Guerreiro (PSB).

LEANDRO GUERREIRO FUGIU DA VOTAÇÃO DE DERRUBADA DO VETO?

No momento da votação do veto, que era nominal, o vereador Leandro Guerreiro se ausentou do plenário da câmara.

Logo após as eleições de 2016 que conferiram a Leandro o mandato de vereador por mais de 2 mil votos, o vereador eleito esteve no cemitério e mostrou em vídeo o estado de algumas sepulturas, e chegou a apresentar um mal súbito, segundo ele devido ao mal cheiro exalado pelo vazamento do "chorume" dos caixões.

A pergunta que fica é: se Leandro brigava com veemência no governo de Paulo Altomani pela conservação do cemitério, porque agora diante da votação do veto do prefeito Airton contra um projeto de lei que propunha a solução para o problema, o vereador se absteve de fazer uso legítimo de seu mandato de vereador conferido pela população? Teria o vereador se ausentado da votação por estar comprometido com os interesses do prefeito ou por mero descaso com os trâmites legislativos?
Até o fechamento dessa coluna o vereador não havia informado em sua rede social a razão de ter se ausentado do plenário no momento da votação da derrubada do veto.

A votação da derrubada do veto e a ausência do vereador Leandro Guerreiro no momento da votação pode ser conferida no vídeo da transmissão da sessão da Câmara Municipal disponível no YouTube em https://youtu.be/PWo5fD9Vsuo . O início da discussão do processo está a partir do 1:50:10 da gravação.

ESPECIALISTAS EM MAQUIAGEM

A prefeitura "inaugurou" na manhã dessa quinta-feira uma praça na Rua 17 no Cidade Aracy que já existia a mais de 10 anos. Para a inauguração foi programada e divulgada uma festa em comemoração ao Dia das crianças com brincadeiras e distribuição gratuita de brinquedos. As atividades e os brinquedos foram doados por moradores do bairro e contou com participação ativa de voluntários em sua organização. Para simular os ares de uma inauguração a praça foi levemente "maquiada" com reposição da pintura e corte do mato que já dominava todo o espaço.

Não muito longe dali, uma das ruas cujo pavimento asfáltico está parcialmente comprometido por crateras, não foi deixada de lado nessa empreitada de maquiagem que se espalha pela cidade: a sinalização de PARE foi pintada parcialmente dentro da cratera.

Detalhe: os vereadores do bairro apoiaram a realização da festa para as crianças, o que é louvável, mas não se posicionaram sobre a maquiagem travestida de conservação das vias e praças que o bairro vem sofrendo.

DIÁRIO DO PODER: As principais notícias políticas de São Carlos todas as sextas-feiras.

Siga a página São Carlos em Foco no Facebook

#diariodopoder #politica #informacao #saocarlos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ex-genro de David Miranda contará em livro porquê deixou a Igreja Deus é Amor

SERGIO SORA ANUNCIOU EM SEU PERFIL NO FACEBOOK QUE PUBLICARÁ LIVRO  SOBRE SUA SAÍDA DA IGREJA PENTECOSTAL DEUS É AMOR. SEGUNDO ELE, O LIVRO REVELARÁ "COISAS QUE ESTÃO OCULTAS AOS OLHOS DE MUITOS" E  ESTARÁ DISPONÍVEL EM ATÉ SEIS MESES. Sergio Sora em sua igreja no RJ Apontado até então como sucessor e herdeiro natural do trono de David Miranda, de seu púlpito blindado no maior templo evangélico da America do Sul no centro de São Paulo, e de mais de 9 mil igrejas o então presbítero Sergio Sora casado com a cantora Leia Miranda (filha mais nova de David Miranda) foi desligado da Igreja Deus é Amor  em 2005 por acusações de exigir a renúncia de David Miranda da presidência da igreja e por tê-lo submetido a cárcere privado e violência. Sora nega as acusações. Nas últimas semanas em sua página no Facebook Sora divulgou a informação de que decidiu publicar em um livro os principais motivos que o levaram a se desligar da igreja há seis anos, presidida por seu ex-sogro e

Igreja Deus é Amor proíbe “retetés” e outras práticas não ortodoxas em seus cultos

Fundada em 1962, a igreja Pentecostal Deus é Amor do Missionário David Miranda é hoje uma das maiores denominações evangélicas do país. Oriunda dos movimentos de cura divina da segunda safra do pentecostalismo brasileiro, a igreja Deus é amor chega ao limiar de seu jubileu de ouro mantendo as características que a tornaram conhecida: seu modelo de liderança centralizado em uma única pessoa (seu fundador e presidente vitalício); a extrema valorização dos usos e costumes (cujas proibições se estendem a todas as áreas da vida de seus fieis, incluindo a proibição de visitar ou participar de eventos em outras denominações); o forte uso do rádio como instrumento midiático de suporte as atividades desenvolvidas pela igreja (“império” este que agora ameaça ruir diante de recorrentes escândalos envolvendo “laranjas” e novas políticas de concessão de serviços de radiodifusão do governo federal) e a falta de compromisso com o ensino bíblico e teológico formal e sistemático, o que a difere da

A morte da David Miranda e as novas reviravoltas na Igreja Deus é Amor - Leia Miranda está de volta à denominação

Sidnei Moura Logo após a confirmação da morte do fundador e  presidente vitalício da Igreja Pentecostal Deus é Amor, ventilou-se por todos os lados que David Miranda de Oliveira (mais conhecido na denominação como David Filho), filho mais velho de Miranda, seria seu sucessor no trono, presidência e cabina blindada do "Templo da Glória de Deus" - a sede mundial das Igrejas Deus é Amor em São Paulo. Para surpresa da maioria, Ereni de Oliveira Miranda, viúva do missionário, foi empossada como líder suprema da denominação. Como se não bastasse tantas reviravoltas, o que o público não podia nem mesmo imaginar era o retorno de Leia Miranda à denominação, mas o ocorrido acaba de ser notificado e confirmado por Débora Miranda em sua conta oficial no Facebook, e pela própria Leia Miranda, em sua rede social. O retorno de Leia Miranda Em 2005 após uma confusão não muito bem explicada que teve como estopim uma possível agressão de Miranda contra sua esposa Ereni no