Pular para o conteúdo principal

É na política externa que o PT mostra sua verdadeira face


Por Sidnei Moura

O caso Cesare Battisti e o apoio incondicional do PT e de parte da esquerda ao ditador venezuelano Nicolas Maduro mostra a verdadeira face do petismo e de parte dos partidos e movimentos de esquerda no país, que em questões internas clamam por justiça e democracia, mas insistem em flertar com pessoas, regimes, ideias e movimentos criminosos e antidemocráticos em todo o mundo por compactuar com suas ideologias retrógradas.

O CASO CESARE BATTISTI

Cesare Battisti foi condenado na Itália por cometer diversos crimes em nome de uma ideologia de orientação comunista. Fugiu para o Brasil, e teve sua deportação solicitada pelo governo italiano. O STF concluiu a análise do processo manifestando-se favoravelmente a sua deportação, mas o então presidente Lula em seu ultimo dia de governo concedeu asilo politico ao companheiro alegando "perseguição política". Com sua prisão na Bolívia nesse domingo, petistas e integrantes da esquerda vieram a público criticar a posição do governo brasileiro e manifestar sua solidariedade a Battisti, enquanto que na Itália parentes das vítimas, testemunhas e sobreviventes dos atentados promovidos por Battisti e seu grupo terrorista comemoravam a justiça e agradeciam ao governo e ao povo brasileiro.

O APOIO A NICOLAS MADURO

Na quinta-feira, Nicolas Maduro foi empossado  para um terceiro mandato como presidente da Venezuela depois de uma eleição marcada por fraudes, censura e perseguição a opositores, num pleito em que diversos partidos e movimentos oposicionistas sequer puderam apresentar seus candidatos. Quem estava lá para marcar presença? Gleisi Hoffmann, presidente do PT. No dia seguinte a posse, a Assembleia Nacional declarou ilegítima a eleição de Maduro, e iniciou um processo de transição constitucional, nomeando o deputado Juan Guaidó para liderar o processo, que foi prontamente apoiado por diversos países, inclusive o Brasil. Como se não bastasse tanta barbárie, ontem a tarde Guaidó sofreu um sequestro relâmpago por agentes da policia secreta de Maduro quando se dirigia a sua cidade natal para um evento público, um ato gravíssimo de atentado a democracia, digno dos regimes mais tiranos de que se tem notícia. A tirania de Maduro é uma das muitas faces do autoritarismo caudilhista com a qual o petismo e parte da esquerda sempre flertou.

Em termos de política externa, o caso Battisti e o apoio do PT a Maduro são apenas duas das muitas páginas sombrias que revelam a verdadeira face do petismo e de parte da esquerda, e de seu discurso demagógico. Você ainda acredita que o PT e parte da esquerda tem apreço pela democracia?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ex-genro de David Miranda contará em livro porquê deixou a Igreja Deus é Amor

SERGIO SORA ANUNCIOU EM SEU PERFIL NO FACEBOOK QUE PUBLICARÁ LIVRO  SOBRE SUA SAÍDA DA IGREJA PENTECOSTAL DEUS É AMOR. SEGUNDO ELE, O LIVRO REVELARÁ "COISAS QUE ESTÃO OCULTAS AOS OLHOS DE MUITOS" E  ESTARÁ DISPONÍVEL EM ATÉ SEIS MESES.
Apontado até então como sucessor e herdeiro natural do trono de David Miranda, de seu púlpito blindado no maior templo evangélico da America do Sul no centro de São Paulo, e de mais de 9 mil igrejas o então presbítero Sergio Sora casado com a cantora Leia Miranda (filha mais nova de David Miranda) foi desligado da Igreja Deus é Amor  em 2005 por acusações de exigir a renúncia de David Miranda da presidência da igreja e por tê-lo submetido a cárcere privado e violência. Sora nega as acusações. Nas últimas semanas em sua página no Facebook Sora divulgou a informação de que decidiu publicar em um livro os principais motivos que o levaram a se desligar da igreja há seis anos, presidida por seu ex-sogro e em que por mais de vinte anos ocupou a funçã…

O Bocado Molhado - o apelo final de Cristo à Judas Iscariotes

Queriote, localidade de Moabe (Jr 48.24), a pouco mais de vinte e dois quilômetros ao sul de Hebrom, e a vinte e cinco quilô­metros a oeste do mar Morto, era uma cidade como outra qual­quer, não fosse a referência a um de seus filhos — Judas Iscariotes, no hebraico Ish-Querioth, "Homem de Queriote". Escolhido para o colégio apostólico, Judas tinha nas mãos as mais inacreditáveis oportunidades; afinal de contas, Jesus o havia escolhido para um elevado ofício: cuidar das finanças do grupo apostólico. Certamen­te possuía características que justificassem sua escolha. 
Seguindo as pegadas de Judas durante o ministério público de Jesus, podemos delinear o perfil deste, que será lembrado por toda a história como o "traidor". Suas atitudes gananciosas revelam profundas feridas, veias maléficas que o acompa­nharam durante toda a vida. Judas era o único dos discípulos de Jesus que não provinha da Galiléia; era de Queriote, Judéia. Os habitantes da Judéia desprezavam os nat…

Anatomia da Divisão : Os ex-obreiros da Igreja Deus é Amor, as divisões e a fundação de novas igrejas (Parte 1)

Sidnei Moura

De acordo com os resultados do Censo 2010 divulgados pelo IBGE, a Igreja Pentecostal Deus é Amor, fundada pelo autodenominado missionário David Martins Miranda, chegou ao seu Jubileu de ouro apresentando uma significativa retração no número de fieis. Se comparada a outras denominações que fizeram do discurso milagreiro seu carro-chefe, a IPDA foi a única a apresentar diminuição no número de congregados, diferente de outras denominações como a Igreja Universal do Reino de Deus, a Igreja Internacional da Graça de Deus, a Igreja Renascer em Cristo e a mais recente denominação milagreira – a Igreja Mundial do Poder de Deus, que ao contrário, aumentaram seu número de filiais, de congregados e de efetiva exposição nos meios de comunicação de massa.
Conhecida pela valorização exacerbada dos usos e costumes como doutrina primaz, e de sua ênfase em milagres (que lhe rendeu fama e crescimento vertiginoso nos anos 80 e 90 devido às concorridas concentrações de milagres realizadas no…